Sócios da AOPP foram absolvidos em ação judicial com o auxílio do Departamento Jurídico da associação

Sócios da AOPP foram absolvidos em ação judicial com o auxílio do Departamento Jurídico da associação

Acolhimento, competência e humanização, estas são as palavras que descrevem a equipe do advogado Giuliano Mazitelli

 

“Fui muito bem acolhido pela AOPP no momento em que mais precisei de auxílio. Quando cheguei à associação foi o Dr. Giu-liano que ouviu a minha história e prestou todo apoio jurídico necessário ao acreditar nos fatos a ele apresentados, pois com competência e profissionalismo, fui absolvido no processo o qual estava respondendo ”, essas foram as palavras do 3º Sargento
PM Ocimar de Oliveira Ramos, ao relatar o atendimento recebido pelo Departamento Jurídico da AOPP.

 

O Sargento narrou os aborrecimentos que enfrentou antes de chegar a associação e contou que após ser acolhido, teve a certeza de que não estava sozinho e isso o ajudou a enfrentar toda a situação. Receber o apoio de um time
tão forte foi o que trouxe a certe-za de que tudo seria resolvido.

 

Além do 3º Sargento Ocimar, o Cabo PM Rudney José Afonso, da 4ª Cia do 32º BPM/M, foi amparado pela AOPP no mesmo processo judicial e durante nove
meses, esses policiais militares foram assistidos pela equipe do advogado Giuliano Mazitelli, até serem absolvidos.

 

O Cabo Rudney sentiu-se completamente aliviado com o resultado do processo, pois segundo o Militar, a justiça foi feita. “No momento que precisei da associação fui atendido imediatamente, o que foi bem diferente e melhor em relação às outras associações. A AOPP foi a única associação que abraçou a nossa causa. O Dr. Giuliano ouviu o problema e tomou todas as providências imediatamente”, concluiu o Policial Militar.

 

Matéria originalmente publicada na edição 26 da Revista AOPP – Leia outras matérias aqui