Presidente da AOPP recebe Medalha “Cinquentenário das Forças de Paz do Brasil”

Presidente da AOPP recebe Medalha “Cinquentenário das Forças de Paz do Brasil”

O Presidente da Associação dos Oficiais, Praças e Pensionistas da Polícia Militar do Estado de São Paulo (AOPP), Aristides Florindo de Faria Filho, foi um dos homenageados com a Medalha “Cinquentenário das Forças de Paz do Brasil”, durante a solenidade que aconteceu na noite da última quinta-feira (dia 15) no Theatro Vasques, em Mogi das Cruzes.

 

Organizada pelo Comando de Policiamento de Área Metropolitana Doze (CPA/M-12), a entrega da medalha é uma honraria concedida pela Associação Brasileira das Forças Internacionais de Paz (ABFIP) para reverenciar as pessoas que contribuíram para melhorar as condições de vida da sociedade brasileira.

 

No caso da AOPP, a merecida homenagem se refere aos relevantes serviços que vem prestando há 10 anos ao policial militar, sua família e pensionistas. Entre as autoridades presentes, estavam o Comandante do CPA/M-12, Coronel PM Wagner Tadeu Silva Prado, o Presidente da ABFIP Dr. Walter Mello de Vargas, o Consul da ABFIP João Juvenal de Souza Mello, o Prefeito de Mogi das Cruzes, Marcus Melo, e a Deputada Federal Katia da Silva Sastre.

 

“Como Presidente da AOPP, eu me sinto honrado em receber esta homenagem prestada por estes valentes guerreiros que contribuíram para a História do nosso País.  A AOPP se sente agradecida por este reconhecimento ao nosso compromisso com o policial militar”, comentou o Presidente.

 

Além dos seus amigos, familiares e funcionários, o Presidente da AOPP também foi acompanhado pelos Diretores Secretário-Geral, Jason Maurício Santos, Tesoureiro-Geral, Josenei Santos Gonçalves e o Consultor André Luiz de Souza.

 

Confira galeria de fotos aqui

 

HISTÓRIA

A Associação Brasileira das Forças Internacionais de Paz foi estabelecida em 1985 pelos soldados veteranos que atuaram na primeira participação brasileira em missão da Paz da ONU, em Suez, no Egito, que aconteceu no dia 27 de janeiro de 1957. Nesta data, o primeiro contingente brasileiro das Forças de Paz rumava à Suez para compor a Força de Emergência das Nações Unidades.

 

Formada por militares brasileiros da Marinha, Exército, Força Aérea e Polícias Militares, a bem-sucedida missão também se estendeu a outros países em conflitos causados pelas guerras, sempre levando a mensagem de paz e fraternidade do povo brasileiro, curando feridas, conciliando povos inimigos, reconstruindo países devastados e, não poucas vezes, combatendo de armas à mão.

 

Devido à valorosa atuação, o Comitê Nobel da Noruega outorgou às Forças de Paz da ONU a maior honraria de nossa sociedade, o Prêmio Nobel da Paz, em 1988, o que reafirma o valor do soldado brasileiro na nobre missão de levar a paz ao mundo.