CEPM fará mobilização permanente pela aprovação da PEC 02/2018

CEPM fará mobilização permanente pela aprovação da PEC 02/2018

 

A propositura aguarda parecer para ser incluída na ordem do dia, segundo as informações prestadas pela Assembleia Legislativa de São Paulo no dia 22 de abril

 

A Comissão de Estudos de Assuntos de Interesse dos Policiais Militares do Estado de São Paulo (CEPM) conclama os policiais militares a participarem da mobilização permanente pela aprovação da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 02/2018, cuja propositura visa a correção das diferenças salariais entre postos e graduações da Polícia Militar, de modo que o índice não seja superior a 10%.

 

A propositura aguarda parecer para ser incluída na ordem do dia, segundo as informações prestadas pela Assembleia Legislativa de São Paulo no dia 22 de abril.

 


“Às terças, quartas e quintas-feiras, a partir das 14 horas, a Diretoria da CEPM estará no Plenário da Assembleia para cobrar a votação da PEC 02/2018, e contamos com a presença dos policiais militares para somarem esforços conosco”, declarou o Presidente da CEPM, 2º Ten PM Paulo Roberto Torres Galindo.

 

“Esta mobilização será realizada até a aprovação da PEC 02/2018”, reforçou o Diretor e 2º Ten PM Carlos Antonio Barreto.

 


A Associação dos Oficiais, Praças e Pensionistas da Polícia Militar do Estado de São Paulo (AOPP), representada pelo Presidente Aristides Florindo de Faria Filho, apoia a causa e tem marcado presença nas mobilizações realizadas anteriormente pela CEPM, pois entende que é preciso dar um basta à disparidade na diferença salarial que chega a 30%.

 

Leia esta reportagem na página 27 da edição impressa da Revista AOPP.